quarta-feira, 6 de outubro de 2010

AS LIÇÕES DE ANANIAS E SAFIRA

O que você acha da história de Ananias e Safira de Atos dos Apóstolos 5.1-11? Geralmente o texto nos choca, parece violento, contrário à imagem de igreja que outros pontos do livro procuram transmitir, e nos perguntamos para que ele serve...

Enfrentei essas questões. Foram meses de estudo até que chegasse aos resultados atuais. Produzi dois artigos exegéticos que devem ser publicados em breve, um mais tradicional e outro com base na narratologia, mas enquanto não os publico, resolvi dividir com os leitores do blog algumas dessas lições.

Convido-os então a acompanhar algumas postagens, cada uma apresentando alguma dessas lições. É uma ocasião para aprender a Palavra de Deus, para entender mais sobre a interpretação bíblica, e para discutirmos as relações entre a igreja de hoje e de ontem.

Nesta primeira postagem já quero deixar uma lição. Atos 5.1-11 um texto que trata da adesão de pessoas novas à comunidade cristã primitiva. Ele transmite critérios de adesão que o autor de Lucas quer implantar em sua própria comunidade de fins do primeiro século. Mas para entender esta lição é preciso ler um pouco mais atrás, pois há três sub-unidades textuais que formam esse bloco que podemos chamar de “Critérios de Adesão à Comunidade Cristã”.

Critérios de Adesão À Comunidade Cristã

· Sumário (4.32-35)

· Evento – Exemplo Positivo (v. 36-37)

· Evento – Exemplo Negativo (5.1-11)

Sugiro ao leitor que leia esses textos e observe a sub-divisão proposta. A primeira seção é um sumário, um resumo que pretende em poucas palavras descrever a vida da comunidade cristã primitiva. Neste caso, ao lermos At 4.32-35 fica claro que o tema em destaque é a partilha dos bens da comunidade, uma política de igualitarismo herdada do movimento de Jesus. A segunda (seção At 4.36-37) seção fala da adesão de Barnabé, um gentio que chega à comunidade e atende às exigências econômicas depositando todas as suas posses “aos pés dos apóstolos”. Finalmente, chegamos à história de Ananias e Safira (5.1-11) que traz um exemplo negativo, um exemplo de como não entrar na comunidade.

Quando dividiram o texto bíblico em versículos e capítulos cometeram o erro de separar os textos em dois capítulos, dificultando ao leitor de hoje a constatação das relações que há entre as três partes. É hora de encararmos todo o bloco e começar a questionar o arranjo que o próprio autor deu aos textos.

Na próxima postagem voltarei a falar dessas relações com novos detalhes. Aproveitem esses dias para tirar conclusões próprias e exercitar seus olhares exegéticos.

2 comentários:

keiker disse...

É ja que minha voz não esta taum legal escrever e mais facil, enfim esse texto da pano pra manga em,na igreja Jesus quase rasguei esse texto da minha Bilbia, sempre lemos um texto biblico como jornal, poxa sera muito bom estudarmos!!

Mas esse texto lido com nossos oculos ocidentais e factuais fica facil dizer que Deus lhes deu uma sentença de morte como diz Norman Geisler em Etica Cristã ( Pena capital).

Seria tambem muito bom fazer uma analise da libertação de Pedro do carcere, como fica essa Historia Tiago morre Pedro fica vivo, Deus tem seus preferidos como ler tambem essa narrativa.

joao - icec disse...

esse Lucas é demais...
assim como suas parabolas, estudar Ananias e Safira vai ser muito legal....
manda pra nós ai
abraçosss mestre.